8/24/2009

O que é consolidar-se?

Consolidar-se é tornar-se sólido. Mas não se dizia, nas vozes outrora insólitas, que tudo o que é sólido desmancha no ar? O que era insólito quer se tornar sólito, assim como o que antes era flexível e fluido – e se orgulhava de sua flexibilidade e fluidez – agora se diz sólido. Consolidar-se é fazer esquecer a fluidez de tudo o que se move e sentar nas cadeiras do infinito, ao lado direito do Pai. É fazer com que esqueçam o que se escreveu e o que se escreve, tornando-se apenas um nome sólido e sólito. Frequente. Atual. Um clássico. Mas os clássicos não mudam de interpretação? Não para quem se consolida. Consolidar-se é também ser previsível, mesmo que não se saiba o que vai falar quando abrir a boca. Consolidar-se é, enfim, fazer a revolução copernicana às avessas, colocando-se no centro de um mundo fechado, enquanto toda a ciência abole a teoria geocêntrica.

Nenhum comentário: