1/24/2010

Terapeuta Abjeção

"Você é a doença, eu sou a cura." (Stallone Cobra).




ESTAMOS AQUI PRA MELHORAR SEU AUTO-ESTIGMA, VOU TE CURAR DA MINHA DOENÇA ESPALHANDO UMA EPIDEMIA, DA MESMA FORMA QUE SUA MÃE COLOCAVA LODO NA MAMADEIRA, O MUNDO VAI SE CURAR DE VOCÊ, O MUNDO É UM FOSSO ONDE FORAM JOGADOS OS DEUSES MORTOS DA MITOLOGIA ANTIGA, ASSASSINADOS PELA OBSESSÃO FAMILIAR DO TERAPEUTA ABJEÇÃO, O PRÓPRIO DEUS É NEVROPATA E O MESMO PSICÓLOGO QUE VAI AOS PROGRAMAS DE TV COMENTAR A ABERRAÇÃO DO ALCOOLISMO DO SUICÍDIO E DAS MÁQUINAS VICIANTES DE BINGO ESFREGA OS OLHOS E JOGA SUA BABA VERDE SOBRE A SOBRINHA DE 15 ANOS NOS CHURRASCOS ONDE O QUE SE COME É PICANHA COM SABOTAGENS TRIANGULARES EDIPIANAS, A PRÓPRIA NATUREZA É PERDULÁRIA, CLEPTOMANÍACA E SOFRE COM DELÍRIOS DE PERSEGUIÇÃO, O IMPÉRIO DOS PSIQUIATRAS É UM BURACO NEGRO QUE SUGA A LUZ À SUA VOLTA E SOLTA DIAGNÓSTICOS, A LUZ ESTÁ DOENTE, O CÉU É UM INSULTO, TODO DIAGNÓSTICO É UM INSULTO, SE VOCÊ NÃO ENTENDE A ALEGRIA DA BOSSA NOVA, EU PODERIA DIZER EU SOU NAPOLEÃO BONAPARTE, TENHO UM COMPLEXO DE MAX WEBER, EU É UM MONOSSÍLABO, EU SOMOS UM ANIMAL GREGÁRIO COMO AS RATAZANAS QUE DEVORAM OS INIMIGOS RECONHECIDOS PELO CHEIRO ALHEIO, EU SOU UM ANFÍBIO DE MONDRAGON, EU FINALMENTE É UMA DOENÇA INCURÁVEL.

Um comentário:

Álogos disse...

Olá, Daniel.

A propósito, fiz esta pequena postagem sobre a "doença do eu" obviamente inspirado pelo seu último texto. As citações de Stallone são o tempero mais pornográfico possível para este tipo de texto.
Feliz ano novo (seja lá o que isso for), um abraço.